© Instituto MAPADEVA 2017. Todos os direitos reservados.

Ética da Yoga: experimente em você!

11/06/2018

Como conversamos no nosso texto anterior, Yoga é muito mais do que posturas físicas. O codificador da Yoga, o sábio Patanjali, organizou, há quase 2 milênios, todo o conhecimento existente da Yoga em 8 elementos. Dois deles, são os preceitos éticos: Yamas e Niyamas. Vamos a eles! 

 

A cada momento presente, ou seja Aqui e Agora, onde a vida de fato acontece, precisamos assumir o compromisso sincero em escolher e praticar a boa conduta moral e ética frente aos desafios da vida, que SÃO oportunidades mestres para DESPERTARMOS o que de melhor existe dentro de nós. Precisamos fazer uma autorreflexão e identificarmos sinceramente onde temos que melhorar interiormente e nos ESFORÇARMOS no caminho da autotransformação, mudando o nosso agir, seja em pensamentos, palavras ou ações!

 

Os preceitos éticos do YOGA totalizam 10: são 5 YAMAS e 5 NIYAMAS, e esses precedem todas as outras etapas do Asthanga yoga de Patanjali, que totalizam 8 passos para a iluminação.

 

YAMAS: Autocontrole, autodomínio de impulsos que não devemos estimular em nossas vidas. Devemos despertar e cultivar a prática dos yamas em convívio com o outro, para vivermos intimamente e socialmente, em harmonia.

 

NIYAMAS: Elementos que devemos estimular em nossas vidas. Ações que devemos realizar e cultivar em nós para um convívio íntimo mais harmônico.

A "postura" que escolhermos exercitar, potencializar e cultivar em TODOS os aspectos da vida, junto a nós mesmos e com quem quer que seja, fará diferença na "postura" que TEREMOS ao montarmos o Ásana (posições do corpo na prática de hatha yoga), e vice versa. Com a prática, novos hábitos, novas posturas vão sendo conquistados, e os nossos condicionamentos e vícios vão sendo substituídos e vencidos por uma nova ação! 

 

Montar a postura com a intenção de conquistarmos “firmeza e conforto”, características de um Ásana (postura), outro elemento do Asthanga Yoga de Patanjali, é um caminho oportuno para exercitarmos a atenção plena, e com ela, os Yamas: ahimsa (não violência), satya (verdade), asteya (não roubar), brahmacharya (não desperdiçar energia), aparigraha (desapego), e também os Niyamas: saucha (pureza), santosha (contentamento), tapas (disciplina), svadhyaya (estudo) e ishivara pranidhana (devoção/entrega ao absoluto). A cada vez que exercitarmos essas intenções conosco mesmos e com os outros, em qualquer circunstâncias, estaremos escrevendo uma nova história para o corpo, para a mente e para o espírito... Estaremos escrevendo uma nova VIDA!

 

Aos poucos, vamos trazer aqui cada preceito do yoga, que nos orienta na mudança da nossa conduta moral e ética.


Lembrando que, só com prática há mudança! E a mudança, seja qual for, deve começar sempre em nós!

 

Bom estudo e boa prática!
Namastê!
 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no LinkedIn
Please reload

Posts Em Destaque

Satya: viva a verdade, e se liberte!

11/07/2018

1/5
Please reload

Posts Recentes